Saltar para o conteúdo

Ministério das Comunicações investe R$ 30 milhões em internet sem fio

Fonte: Wikinotícias

Test

Brasil • 4 de janeiro de 2008

Email Facebook X WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 


O Ministério das Comunicações vai destinar 30 milhões de reais, ao longo dos próximos três anos, para o desenvolvimento de soluções de acesso à internet sem fio. Para isso, serão utilizados os recursos do Funttel (Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações), segundo informações da assessoria de imprensa da pasta.

O objetivo do projeto é aumentar a produção nacional de sistemas e componentes que permitam o acesso sem fio à internet em banda larga e, assim, tornar o Brasil referência mundial nessa tecnologia.

“Com o investimento, a tecnologia sem fio vai ficar mais barata para o consumidor final, pois seu custo de produção e implantação é mais baixo que a conexão através de cabos”, afirma o ministro das Comunicações, Hélio Costa, em comunicado distribuído à imprensa.

Para viabilizar a produção local, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) articulou a constituição de uma joint venture, formada por cinco fabricantes nacionais de equipamentos de telecomunicações, as empresas Asga, Icatel, PadTec, Parks e Trópico.

Juntas, elas irão desenvolver sistemas integrados de comunicação digital sem fio em banda larga, em consórcio com o CPqD (Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações) e o Ceitec (Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada). De acordo com o ministério, os sistemas devem ser colocados no mercado a partir de 2008.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Redação do COMPUTERWORLD. Ministério das Comunicações investe R$ 30 milhões em internet sem fio [inativa], 4 de janeiro de 2008. Página visitada em 13 de maio de 2021. Arquivada em 24 de março de 2021