Medvedev pede à Armênia e ao Azerbaijão que não tomem medidas precipitadas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, pediu aos líderes da Armênia e do Azerbaijão que se abstenham de ações precipitadas. Ele escreveu isso na sua página do VKontakte.

"Erevã e Baku devem se abster de ações precipitadas", diz a mensagem.

Medvedev também observou que o Conselho de Segurança discutiu as relações da Rússia com os países da Comunidade dos Estados Independentes (CEI), incluindo o Azerbaijão e a Armênia, à luz do confronto militar na fronteira desses países.

Durante a reunião, o presidente russo Vladimir Putin considerou a situação na fronteira entre a Armênia e o Azerbaijão muito sensível.

De 12 a 16 de julho, ocorreram hostilidades provocadas pelo Azerbaijão na fronteira com a Armênia. O lado armênio sofreu cinco derrotas, o azerbaijano conhece cerca de doze. Baku admitiu a morte do seu general e coronel nos confrontos.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com