Manifestantes acampam em plenário da Assembleia Legislativa do DF

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aristóteles
Outras notícias sobre política


Agência Brasil

3 de dezembro de 2009

Os estudantes que invadiram o plenário da Câmara Legislativa do Distrito Federal ontem (2), em protesto contra o governo de José Roberto Arruda (DEM), passaram a noite no local. Eles invadiram o local mais cedo, com um caixão simbolizando o enterro do governador Arruda. Cerca de 50 pessoas acamparam no plenário. Outro grupo está nos corredores e na entrada do prédio. De acordo com a universitária Lorena Fernandes, o objetivo é o de forçar a saída imediata de Arruda do governo.

Manifestantes invadem o plenário da Assembleia Legislativa do Distrito Federal, pedindo a saída imediata do governador José Roberto Arruda. Foto: Renato Araújo/ABr

"Vamos ficar até o Arruda cair", afirmou a estudante do Centro Acadêmico de Serviço Social, da Universidade de Brasília (UnB), uma das representantes do movimento. No entanto, os estudantes disseram que devem realizar uma assembleia hoje (3) pela manhã para definir os rumos do protesto.

A primeira ocupação do plenário pelos manifestantes foi no começo da tarde de ontem e durou mais de quatro horas. Só foi interrompida para a leitura dos seis pedidos de impeachment de Arruda e do vice-governador Paulo Octávio (DEM) pelo presidente em exercício da Câmara, deputado Cabo Patrício (PT).

Aproximadamente uma hora depois da leitura, os estudantes voltaram a invadir o plenário. Nesta segunda vez, quebraram uma porta de madeira do local. Não houve confronto com seguranças e nem com a Polícia Militar. A maioria dos estudantes que participam do protesto são ligados a centrais sindicais, movimentos sociais e partidos políticos, como o PSTU e o P-SOL.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati