Mais uma afiliada abandona o SBT

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Localização do Mato Grosso, oeste do Brasil.
Localização de Cuiabá, capital do Mato Grosso.

22 de maio de 2009

Cuiabá, Mato Grosso, Brasil

Desde a madrugada do dia 16 de maio, a TV Cidade Verde e outras emissoras do mesmo nome espalhadas no Estado do Mato Grosso deixaram serem afiliadas do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

Segundo a imprensa mato-grossense e de outros estados, a TV Cidade Verde, retransmitira o sinal do SBT desde que foi inaugurada pelo canal 12 de Cuiabá em 1991. Desde então, disputava a vice-liderança com a TV Centro América, embora perdesse espaço nos últimos cinco anos com emissoras concorrentes.

A TV Cidade Verde pertence ao empresário da comunicação, Luiz Carlos Beccari, diretor-presidente do Grupo Cidade Verde desde que a emissora entrou no ar até agora, expandiu as emissoras nos seguintes municípios: Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Campo Verde, Colíder, Jaciara, Lucas do Rio Verde, Sinop, Sorriso.

SBT e Rede Bandeirantes

Porém as mudanças na programação do SBT, do proprietário Silvio Santos, a partir do início dos anos 2000, numa tentativa de manter a segunda posição, abalaram as relações entre as emissoras, agravada a pressão de Silvio Santos em não permitir a afiliada se torne “rede regional” (existente apenas a TV Centro América, emissora afiliada à Rede Globo) e nem ampliar a programação local.

Como Silvio Santos não permitia a formação da “Rede Cidade Verde”, sendo única transmitir exclusivamente o SBT no Mato Grosso, sob alegação que teria rescindir afiliação às 12 afiliadas no estado e nem permitia a afiliada de Cuiabá se expandir sob alegação que a emissora queria fazer monopólio no Mato Grosso.

O empresário Luiz Carlos Beccari anunciou que o contrato de afiliação com o SBT está rompido. Ele anunciou a saída do SBT pela imprensa, no entanto, sem avisar pela própria emissora aos telespectadores. Beccari anunciou que optou pela Rede Bandeirantes.

TV Cidade Verde com a Bandeirantes

A partir de 0h45 (1h45 no horário de Brasília) do sábado dia 16, o sinal da Rede Bandeirantes exibida pela TV Brasil Oeste (umas das emissoras mais antigas do Brasil), sai do canal 8 e passa a ser exibida no canal 12 (da TV Cidade Verde), dentro de um projeto audacioso de se expandir para todos os 141 municípios mato-grossenses, enquanto o SBT desaparece literalmente da grade, inclusive com sua programação nacional. Já no canal 8 entra Rede 21, sob arrendamento da Igreja Mundial, com apenas duas horas de abertura em sua grade para noticiário local.

Porém, antes das mudanças, a TV Brasil Oeste, até agora afiliada da Band (apelido da Rede Bandeirantes), foi adquirida em 2009 por Beccari junto ao Grupo Futurista de Comunicação, do ex-senador Júlio Campos. O empresário comanda agora somente em Cuiabá a TV Gazeta (canal 19), MTV Brasil (canal 25), a TV Brasil Oeste (alugada para a Igreja Mundial do Poder de Deus, que comanda a Rede 21) , além de duas rádios (a Band FM e a Jovem Pan FM) e a TV Cidade Verde, localizado no bairro Jardim Itália.

As mudanças foram anunciados pelo empresário da comunicação Luiz Carlos Beccari, diretor-presidente do Grupo Cidade Verde, em entrevista ao site RDNews na última sexta-feira à noite, poucas horas das alterações entrarem no ar. No site, o empresário Beccari preferiu não entrar em detalhes, mas admite que investiu alto. Instalou, por exemplo, uma torre de 155 metros de comprimentos no alto do bairro Santa Helena para recepção de sinais digital e analógico das emissoras do Grupo Cidade Verde, como Band e Gazeta.

Ele explica que, com essas mudanças, Mato Grosso contará com duas redes de televisão próprias geradoras em Cuiabá para todos os municípios, via satélite: a Centro América (Globo) e a Band (Cidade Verde). Adianta ainda que todo o sistema digital está pronto para entrar em funcionamento no máximo até setembro deste ano. “Nossa prioridade na Band será o jornalismo e participação em 100% no MT. Queremos nos dedicar também ao esporte”, enfatiza o empresário.

O empresário rompe contrato com SBT após 18 anos de vinculação da TV Cidade Verde, explica que possui emissoras em alguns municípios e mesmo assim, o dono do SBT, Silvio Santos, não autorizou a ampliação da rede nestes municípios.

Agora com a Band, conseguirá não só ter a programação da Capital como essas regiões, como ampliar a cobertura para todo o Estado. No SBT de Sílvio Santos, Beccari não conseguiu avançar na expansão de sua rede. Em Campo Verde e Barra do Garças, por exemplo, ele é dono de afiliadas da Band, enquanto o SBT está vinculado a empresários locais.

Comunicado do SBT

O SBT divulgou no dia 19, o comunicado que a TV Cidade Verde deixou ser afiliada da rede e está negociando outras emissoras na região de Cuiabá.

O SBT declarou que a TV Cidade Verde desejava ter exclusividade em toda a cobertura do estado do Mato Grosso. Para isso, o SBT teria de encerrar seu contrato com outras 12 emissoras.


Comunicado Oficial: afiliada do SBT em Cuiabá
A TV Cidade Verde, de Cuiabá, no Mato Grosso, deixou de ser afiliada ao SBT desde o último sábado, 16 de maio. A fim de suprir essa cobertura, o SBT está em negociação com outras emissoras, que vão cobrir a mesma região. A emissora terá seu sinal reposto em, no máximo, 60 dias.
A TV Cidade Verde gostaria de ter exclusividade em toda a cobertura do estado de Mato Grosso, o que obrigaria o SBT a desligar as 12 emissoras que já operam com a emissora há muitos anos. "Independentemente de qualquer contrato, o respeito que temos por nossos afiliados e também pelos nossos compromissos nos fez, simplesmente, deixar a TV Cidade Verde tomar a iniciativa que tomou", explica o diretor de rede da emissora, Guilherme Stoliar.

Nota do Guilherme Stoliar, diretor da rede SBT


Provável Afiliada do SBT

Segundo o jornal "Agora", a TV Pantanal, canal 22, do proprietário e apresentador Gugu Liberato, do SBT, poderá virar a retransmissora do SBT em Cuiabá. Gugu, que foi procurado pela publicação, não quis confirma a negociação, preferindo não comentar o assunto.

O canal que transmitia a Band foi arrendado por 2 anos para, a "Igreja Mundial do Poder da Fé". A TV de Gugu também exibe programas religiosos, de Aparecida do Norte, mas existe outra emissora que está querendo o sinal do SBT, é a TV Rondon (RedeTV!).

Repercussão

A repercussão da mudança das redes na capital do Mato Grosso foi enorme. Noticiado em jornais de Cuiabá no início da semana, repercutiu nos dias seguintes em dezenas de sites de televisão.

Histórico

Desde 2006, o SBT está perdendo afiliadas, resultado de programação instável que pode mudar a qualquer momento por ordem de Silvio Santos, por causa das quedas de audiências em alguns horários. Em 2008, o IBOPE divulgou que desde 2001, cada três telespectadores que assistiam, um deixou SBT por Rede Record ou outra rede concorrente.

Em 2006, as TVs Atalaia (Aracaju, Sergipe) e Pajuçara (Maceió, Alagoas), até então afiliadas do SBT, trocam de redes e tornam afiliadas da Record. Em 2007, ganhou sinal de Maceió pela TV Alagoas (ex-Bandeirantes). O SBT tem uma repertidora em Aracaju.

Em 1º de setembro de 2007, a TV A Crítica, de Manaus, que garantia a transmissão para 92% dos municípios amazonenses e afiliada desde 1986, quando a TV Baré (que já retransmitiu a TV Tupi, TVS e SBT) mudou de nome, deixou transmitir SBT em quase todo o Amazonas. SBT ganhou a TV Em Tempo, que tem pouca cobertura no estado.

Em 1º de fevereiro de 2008, o SBT perdeu Rede SC, que foi extinta dando no lugar a TV Independência, mas ganhou o SBT Santa Catarina.

Em 1º de junho, a TV Nativa de Pelotas (Rio Grande do Sul) e outras 14 retransmissoras, desfiliaram-se do SBT após pouco mais de três anos. Para ocupar a perda de sinal, o SBT do Porto Alegue passou ocupar o lugar que era da TV Nativa.

E horas depois da mudança de rede, a sede da TV Cidade Verde, que tem a marca “sbt” abaixo do número “'12” (canal da emissora), foi pintada de branco.

Fontes

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador. Veja a página de discussão para mais detalhes.