Mais um caso de racismo no Orkut

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de março de 2007

Belém — Mais um caso de racismo contra índios da Amazônia foi denunciado pela Procuradoria da República no Pará no site de relacionamento Orkut.

"Deveríamos matar todos os índios e passar a estudar sua história", escreveu o portuário Reinaldo Almeida dos Santos Júnior, de Belém, no Orkut . Foi gerada uma comunidade com o título "Índios... eu consigo viver sem" que já tinha no momento da denúncia 69 participantes, todos serão investigados pelo Ministério Público. Outros sites possivelmente relacionados tais como fotologs fazem parte das investigações.[1][2][3]

O portuário foi denunciado por crime de racismo e pode cumprir pena de dois a cinco anos de reclusão além de pagar multa.

Fontes

Referências