Mais de mil detentos deixam prisão em Brasília para o saidão de Natal

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de dezembro de 2014

Brasil

Às margens da estrada que dá acesso ao Complexo Penitenciário da Papuda, uma senhora, de roupas simples, que preferiu não se identificar, demonstra apreensão e angústia a espera do filho, um dos 1.385 presos que este ano receberam o benefício da saída temporária de Natal no Distrito Federal, concedido pela Vara de Execuções Penais. Detentos deixam o complexo penitenciário da Papuda, para passar o Natal com familiares

Os detentos beneficiados com o chamado saidão de Natal cumprem pena em regime semiaberto e tiveram bom comportamento na unidade prisional. Eles deixaram a penitenciária hoje (24) às 10h e deverão retornar ao local no próximo dia 26, também às 10h. Longe do cárcere e ao lado da família, os internos devem manter boa conduta e estão proibidos de ingerir bebidas alcoólicas, frequentar bares, além do compromisso de estar em casa até as 18h.

"Meu filho se meteu em confusão e está lá dentro. A família passa muita vergonha, mas converso com ele para que mantenha a cabeça no lugar. Nessas saídas, ele só fica em casa, os parentes vão lá, a casa fica cheia. Muita gente aponta o dedo, mas só a família sabe como esse momento é difícil”, disse a idosa à Agência Brasil.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, todos os anos o percentual de presos que não retornam da saída de Natal e também do Ano Novo fica em torno de 1%. Em 2013, dos 1.328 detentos do Complexo da Papuda 15 não voltaram para a prisão. Nesses casos, o condenado é considerado foragido e quando recapturado perderá o direito de cumprir a pena no regime semiaberto, além de cumprir sanções administrativas.

No próximo dia 29, a Justiça no DF vai divulgar o número de detentos que poderão deixar a Papuda para passar o réveillon em casa. Nesse caso, os presos deixarão o presídio às 10h do dia 30 de dezembro e terão que retornar no dia 2 de janeiro, às 10h.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati