Mais de 50 mortos em várias explosões na Índia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de outubro de 2008

Nova Délhi, Índia

Pelo menos 56 pessoas morreram e 300 ficaram feridas em uma série de explosões, registrada hoje em várias cidades do estado indígena de Assam, no nordeste do país, informou a televisão local.

Onze bombas explodiram quase simultaneamente, por volta das 11:30 no horário local (06.00 GMT), nas cidades de Guwahati, Kokradhar, Barpeta e Bongaygaon.

A polícia responsabilizou o grupo separatista Frente Unida para a Libertação de Assam pelos atentados, ainda que até a data, os extremistas nunca tinham praticado atos terroristas de proporações tão grandes.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, de visita na Índia, condenou os atentados. "O secretário-geral expressa um profundo pesar e as mais sinceras condolências ao governo e ao povo indiano, devido às mortes e destruições, provocadas pela série de explosões hoje no nordeste do país. Condena decididamente esse ato de terrorismo contra civis" - declaração oficial que fez um representante do secretário-geral na sede da ONU, em Nova York.

É a quarta série de explosões ocorrida na Índia nos últimos seis meses, nas quais morreram até 100 pessoas. A polícia responsabilizou o grupo radical "Mujahidines indígenas" pelos atentados anteriores.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati