Mais de 50 mortos em várias explosões na Índia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

30 de outubro de 2008

Nova Délhi, Índia

Pelo menos 56 pessoas morreram e 300 ficaram feridas em uma série de explosões, registrada hoje em várias cidades do estado indígena de Assam, no nordeste do país, informou a televisão local.

Onze bombas explodiram quase simultaneamente, por volta das 11:30 no horário local (06.00 GMT), nas cidades de Guwahati, Kokradhar, Barpeta e Bongaygaon.

A polícia responsabilizou o grupo separatista Frente Unida para a Libertação de Assam pelos atentados, ainda que até a data, os extremistas nunca tinham praticado atos terroristas de proporações tão grandes.

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, de visita na Índia, condenou os atentados. "O secretário-geral expressa um profundo pesar e as mais sinceras condolências ao governo e ao povo indiano, devido às mortes e destruições, provocadas pela série de explosões hoje no nordeste do país. Condena decididamente esse ato de terrorismo contra civis" - declaração oficial que fez um representante do secretário-geral na sede da ONU, em Nova York.

É a quarta série de explosões ocorrida na Índia nos últimos seis meses, nas quais morreram até 100 pessoas. A polícia responsabilizou o grupo radical "Mujahidines indígenas" pelos atentados anteriores.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati