Mais 726.560 doses da Astrazeneca e da Pfizer chegam em Minas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Chegam ao estado, hoje (3/5), novos lotes de vacinas contra a covid-19. Esta é a primeira remessa da fabricante Pfizer enviada a Minas Gerais, com 50.310 doses, recebidas no Aeroporto de Confins, constituindo a 17ª entrega enviada pelo Ministério da Saúde. As 676.250 doses da fabricante AstraZeneca, que chegam por meio terrestre, complementam a 16ª entrega do MS, iniciada no sábado com o recebimento de outras 30.400 doses de imunizantes da fabricante CoronaVac.

Públicos Prioritários

As doses de AstraZeneca serão destinadas à vacinação de 13,6% das grávidas e puérperas e 21,6% de idosos entre 60 e 64 anos. Já o 1º lote de 50.310 doses da Pfizer dará início à imunização de indivíduos com comorbidades como diabetes, arritmia cardíaca, doença renal crônica, obesidade mórbida, síndrome de down, entre outros.

Todos os imunizantes chegam na Central Estadual da Rede de Frio para posterior distribuição às 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs). As vacinas da Pfizer, que exigem temperaturas especiais de conservação, serão armazenadas na Rede de Frio do município de Belo Horizonte, devido à necessidade de acondicionamento em temperaturas que podem chegar a -70 graus.

“É importante que os municípios observem a orientação dada pela Secretaria de Estado de Saúde, a partir dos informes técnicos emitidos pelo Ministério da Saúde, de que todas as doses entregues devem dar continuidade às campanhas de vacinação observando a cobertura dos públicos prioritários”, explica a coordenadora de Imunização da SES-MG, Josianne Gusmão.

As duas remessas totalizam 726.560 doses e foram transportadas por via terrestre, de São Paulo, diretamente para a Rede de Frio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). A logística de envio das doses às 853 cidades mineiras será divulgada em breve.

Fontes

Predefinição:Agência Minas Gerais

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit