Médicos fazem no sábado exame para validar diploma obtido no exterior

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

16 de novembro de 2018

O Ministério da Saúde do Brasil disse que em breve começará a selecionar médicos locais para substituir os mais de 8.000 médicos cubanos que trabalham em áreas onde os serviços médicos são escassos. Em nota divulgada à imprensa, o CFM afirma que o Brasil conta com médicos formados em número suficiente para atender às demandas da população.

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (14) que vai lançar um edital nos próximos dias para médicos brasileiros que queiram ocupar as vagas que serão deixadas pelos profissionais cubanos que integram o programa Mais Médicos, que atende população que vive em áreas carentes e periferias. Segundo o ministério, 8.332 vagas são ocupadas por esses profissionais.

As autoridades cubanas afirmaram que seus profissionais deixarão o programa por discordarem de exigências feitas pelo novo governo, como a revalidação dos diplomas. Em coletiva de imprensa nesta tarde, o presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que os cubanos que quiserem atuar no país devem revalidar os diplomas.

A decisão de Cuba de chamar de volta mais de 8,3 mil profissionais médicos trabalhando no Brasil vai lidar com a economia já instável da ilha, segundo especialistas. Cuba recebe mais de US $ 249,5 milhões por ano por seus médicos no Brasil. "O fim do programa Mais Medicos será um duro golpe para a já debilitada economia cubana.

Milhares de médicos cubanos trabalham no exterior sob contrato com as autoridades cubanas. Porem os médicos somente recebem uma pequena parte desse dinheiro, e um número cada vez maior dos que estão no Brasil começou a protestar, com mais de 150 médicos cubanos movendo ações em tribunais brasileiros. Há décadas, artistas e atletas cubanos têm desertado durante viagens ao exterior, e a maioria deles acabava nos EUA.

Exame Nacional de Revalidação

A segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2017 será aplicada amanhã (17) e domingo (18) em Brasília (DF), Curitiba (PR), São Luís (MA), Manaus (AM) e Belo Horizonte (MG). Mais de 900 médicos farão as provas, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem atuar no Brasil. O Exame é feito tanto por estrangeiros formados em medicina fora do Brasil, quanto por brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão em sua terra natal.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati