Médicos fazem no sábado exame para validar diploma obtido no exterior

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

16 de novembro de 2018

O Ministério da Saúde do Brasil disse que em breve começará a selecionar médicos locais para substituir os mais de 8.000 médicos cubanos que trabalham em áreas onde os serviços médicos são escassos. Em nota divulgada à imprensa, o CFM afirma que o Brasil conta com médicos formados em número suficiente para atender às demandas da população.

O Ministério da Saúde anunciou nesta quarta-feira (14) que vai lançar um edital nos próximos dias para médicos brasileiros que queiram ocupar as vagas que serão deixadas pelos profissionais cubanos que integram o programa Mais Médicos, que atende população que vive em áreas carentes e periferias. Segundo o ministério, 8.332 vagas são ocupadas por esses profissionais.

As autoridades cubanas afirmaram que seus profissionais deixarão o programa por discordarem de exigências feitas pelo novo governo, como a revalidação dos diplomas. Em coletiva de imprensa nesta tarde, o presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou que os cubanos que quiserem atuar no país devem revalidar os diplomas.

A decisão de Cuba de chamar de volta mais de 8,3 mil profissionais médicos trabalhando no Brasil vai lidar com a economia já instável da ilha, segundo especialistas. Cuba recebe mais de US $ 249,5 milhões por ano por seus médicos no Brasil. "O fim do programa Mais Medicos será um duro golpe para a já debilitada economia cubana.

Milhares de médicos cubanos trabalham no exterior sob contrato com as autoridades cubanas. Porem os médicos somente recebem uma pequena parte desse dinheiro, e um número cada vez maior dos que estão no Brasil começou a protestar, com mais de 150 médicos cubanos movendo ações em tribunais brasileiros. Há décadas, artistas e atletas cubanos têm desertado durante viagens ao exterior, e a maioria deles acabava nos EUA.

Exame Nacional de Revalidação

A segunda etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2017 será aplicada amanhã (17) e domingo (18) em Brasília (DF), Curitiba (PR), São Luís (MA), Manaus (AM) e Belo Horizonte (MG). Mais de 900 médicos farão as provas, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Revalida reconhece os diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem atuar no Brasil. O Exame é feito tanto por estrangeiros formados em medicina fora do Brasil, quanto por brasileiros que se graduaram em outro país e querem exercer a profissão em sua terra natal.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati