Médico russo é diagnosticado com COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

31 de março de 2020

Putin e Protsenko em 24 de março de 2020

O médico-chefe do hospital em Kommunarka, Denis Protsenko, foi diagnosticado com COVID-19. De acordo com o canal de televisão Rossiya 24, medidas adicionais de segurança podem ser introduzidas no hospital devido a ele ter sido infectado. Protsenko trabalha de sua residência agora e, de acordo com a Interfax, todos os outros médicos estão sendo testados constantemente.

Em 24 de março, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, visitou o hospital e conversou pessoalmente com Protsenko, que o alertou sobre a possibilidade de repetir o "cenário italiano" no país com um grande número de doentes e mortos. Devido ao contato, Putin está em isolamento social também.

Protsenko escreveu em seu Facebook: "Queridos amigos, estou emocionado com a preocupação. Sim, eu testei positivo para COVID-19, mas me sinto muito bem. Me isolei em meu escritório, onde existem todas as condições para consultas remotas de trabalho, gerenciamento e telemedicina. Eu acho que a imunidade desenvolvida durante este mês está fazendo o seu trabalho".

A Rússia já registrou 2.337 casos confirmados de coronavírus, dezessete pessoas morreram e 121 se recuperaram. A maioria foi registrada na capital Moscou, 1.613 até agora.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com