Lugo toma posse e defende que paraguaios sejam donos dos recursos naturais

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

15 de agosto de 2008

O ex-bispo Fernando Lugo assumiu hoje (15) de manhã às 8h52min (hora local) a Presidência do Paraguai para um mandato de cinco anos, afirmando que o país pode estar diante da mudança mais importante de sua história e defendendo que os paraguaios sejam donos dos recursos naturais do país.

"Essa mudança não tem vencedores, vencidos, nem proprietários”, discursou o novo presidente. “Hoje começa a história de um Paraguai com autoridades e cidadãos implacáveis com os ladrões do povo”, completou, segundo informações da agência argentina Télam.

O presidente paraguaio afirmou que não quer um discurso de mudanças sociais somente de fachada, mas um pacto social. “Renuncio viver em um país onde uns dormem e outros não dormem porque têm medo ou fome”, disse.

Ele defendeu “uma educação para a mudança social baseada na defesa irrestrita de todos os direitos humanos” e afirmou que sonha com “um Paraguai socialmente justo, onde nunca mais exista desigualdade”.

Lugo também reafirmou que “os paraguaios são os primeiros proprietários do futuro dos seus recursos naturais”, de acordo com a BBC Brasil. O tom do discurso foi o mesmo usado durante a campanha, na qual Fernando Lugo apresentou como uma de suas principais promessas a renegociação do Tratado de Itaipu, assinado com o Brasil em 1973.

O ex-bispo defende que seja pago um valor maior pela energia produzida na hidrelétrica e transferida para o Brasil. A energia gerada em Itaipu é divida igualmente entre Brasil e Paraguai. No entanto, o vizinho utiliza somente 5% da parte que lhe cabe, o que supre 95% da sua demanda energética.

O restante é vendido para o Brasil a US$ 45 por megawatt hora. O preço é composto pelos juros da dívida de construção da usina, royalties e custo de operação. Cerca de US$ 2,80 correspondem à cessão da energia.

A cerimônia de posse foi realizada em frente ao Senado do Paraguai, com a presença de milhares de pessoas. Também acompanharam a solenidade 11 chefes de Estado, entre eles o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Momentos antes, o ex-presidente Nicanor Duarte entregou a faixa presidencial ao presidente do Congresso, Enrique González Quintana, que a entregou a Lugo.

Segundo a pesquisa de opinião paraguaia, novo presidente assume com a popularidade recorde desde a independência: 92% dos paraguaios apóiam novo presidente.


Fontes