Likud e trabalhistas podem formar coalizão em Israel

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de março de 2009

O chefe do partido direitista Likud, Benjamin Netanyahu, obteve nesta terça-feira (24) o aval do dirigente trabalhista e atual ministro da defesa, Ehud Barak, para uma parceria política que dê sustentação a uma coalizão. Dessa forma, Netanyahu consegue trazer um partido de centro-esquerda, o que acalma os ânimos com os Estados Unidos de Barack Obama e isola o Kadima, da ministra Tzipi Livni.


Cquote1.png

Estamos conversando sobre respeitar todos os acordos internacionais que o Estado de Israel. Estamos falando em haver um processo de paz

Cquote2.svg
Shalom Simchon, do Partido Trabalhista




O acordo ainda deverá ser ratificado pela cúpula trabalhista. Ainda há grande resistência dentro do partido ao acordo e metade dos deputados eleitos nas últimas eleições já deram mostras de ser contra.

Fontes