Libertada italiana no Afeganistão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de junho de 2005

A italiana Clementina Cantoni, que estava seqüestrada desde o dia 16 de maio passado, foi libertada nesta quinta-feira, 9 de junho. A notícia foi confirmada por várias agências noticiosas, bem como por porta-vozes afegãos e italianos.

Um porta-voz afegão disse estar "feliz de dizer que Clementina está bem". O premiê Ali Ahmad Jalali assegurou que não se fez nenhuma concessão ou pagamento aos captores, conquanto os italianos tinham tentado negociações, ato criticado pelo governo do Afeganistão. Pasquale Terracciano, porta-voz da chancelaria italiana, também confirmou a libertação.

Fabio Cantoni, pai de Clementina, saiu ao balcão da janela de sua casa em Milão para dizer: "Filha, saúdo-te" enquanto falava no telefone, aos jornalistas que se encontravam embaixo da janela. Ele também disse: "Obrigado".

Cantoni, de 32 anos, pertence à organização CARE International, especializada em direito internacional humanitário. Nestes momentos se encontra em Kabul.

Fontes