Líder da oposição tailandesa falha em segunda tentativa de se tornar primeiro-ministro

Fonte: Wikinotícias
Pita Limjaroenrat - Líder da oposição tailandesa

20 de julho de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O parlamento da Tailândia votou para rejeitar a nomeação do legislador da oposição Pita Limjaroenrat para se tornar o próximo primeiro-ministro do país.

A votação de quarta-feira foi a segunda vez em uma semana que Pita buscou o cargo depois de liderar os partidos de oposição a uma vitória nas eleições parlamentares de maio, dando à coalizão de oito partidos 312 assentos na Câmara dos Representantes. Os eleitores rejeitaram candidatos de partidos apoiados por militares, que governam a Tailândia há nove anos.

Mas Pita perdeu mais de 50 votos em sua tentativa inicial de ganhar o cargo devido à forte oposição no Senado conservador e apoiado pelos militares.

A votação aconteceu horas depois que o Tribunal Constitucional da Tailândia decidiu que Pita seria suspenso do parlamento enquanto julgava um caso alegando que ele violou as leis eleitorais.

A decisão do tribunal foi proferida uma semana depois que a comissão eleitoral disse que havia evidências de que o líder possui ações de uma empresa de mídia, uma violação que o impediria de concorrer ao cargo.

A empresa, iTV, está extinta há anos. Pita argumenta que sua posse de ações não era uma violação das regras eleitorais.

Ele também pode ser banido da política e enfrentar vários anos de prisão se for julgado e condenado pelas acusações.

Notícia relacionada

Fontes