Juiz autoriza Bolton a publicar livro sobre Trump

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de junho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
John Bolton / Imagem meramente ilustrativa

Um juiz federal decidiu hoje que o ex-conselheiro de segurança nacional John Bolton pode prosseguir com a publicação de seu livro, apesar dos esforços do governo Trump para impedir a divulgação por causa da preocupação de que segredos possam ser expostos.

A decisão do juiz distrital Royce Lamberth é uma vitória para Bolton em um processo judicial que envolveu a Primeira Emenda e preocupações com a segurança nacional. O juiz também deixou claras suas preocupações de que Bolton "tivesse apostado com a segurança nacional dos Estados Unidos" ao optar sair de um processo de revisão pré-publicação destinado a impedir que funcionários do governo divulguem segredos nas memórias que publicam.

A decisão abre caminho para que um número maior de leitores tenha acesso ao livro de memórias em pleno no eleitoral. O lançamento está previsto para a próxima terça-feira e a obra traz um retrato pouco lisonjeiro das decisões tomadas pelo presidente Donald Trump na política externa durante o turbulento ano e meio que Bolton trabalhou na Casa Branca.

No entanto, Lamberth franziu o cenho para o modo como Bolton publicou o livro. Bolton assumiu "a responsabilidade de publicar seu livro sem a aprovação final das autoridades nacionais de inteligência e talvez tenha causado danos irreparáveis ​​à segurança nacional", disse Lamberth, "mas com 200.000 cópias já distribuídas para livreiros em todo o país, tentar impedir sua divulgação seria inútil", adicionou.

"Um único indivíduo dedicado, com um livro na mão, pode publicar seu conteúdo amplamente em sua cafeteria local", escreveu Lamberth. "Com centenas de milhares de cópias em todo o mundo - muitas nas redações - o estrago está feito. Não há como restaurar o status quo", acrescentou.

Notícia Relacionada

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit