Israel declara a trégua unilateral

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O primeiro-ministro israelense Ehud Olmert realizou o anúncio.

17 de janeiro de 2009

Tel Aviv, Israel

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, confirmou um cessar fogo unilateral, no conflito sobre a Faixa de Gaza contra o Hamas. A medida terá início este domingo às 2.00 (hora local), mas tropas israelitas continuam na área.

Em uma conferência de imprensa, Olmert disse que os objetivos do ataque em Gaza que teve início no dia 27 dezembro, já haviam sido alcançados e mesmo superados. Mesmo assim, disse que o Hamas foi reduzido após a ofensiva. Segundo o primeiro-ministro, a trégua é em resposta a um pedido do presidente egípcio, Hosni Mubarak.

O grupo islâmico que controla a politicamente a faixa e afirmou que seguirá com a ofensiva. "Nunca aceitaremos a presença de nenhum soldado (israelense) em Gaza, seja qualquer que seja o preço", disse o porta-voz Hamas, Fawzi Barhum. "A proposta do inimigo para dar o cessar fogo unilateral significa que a Guerra de Gaza foi unilateral e levada a cabo contra nosso povo", acrescentou.

O conselho de Segurança israelense, que tomou a decisão para a trégua, está composta pelo Governo, altos comandantes do Exército e os chefes dos serviços de segurança israelense. Na reunião, dois ministros votaram a favor, enquanto um absteve-se.

Fontes