IBGE anuncia que Censo 2022 começará em 1º de agosto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.

26 de janeiro de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Por Agência CNM de Notícias

Após sanção do Orçamento da União mantendo R$ 2,29 milhões destinados ao Censo Demográfico 2022, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou que a coleta de dados começará em 1º de agosto. O levantamento deveria ter ocorrido em 2020, cumprindo a legislação brasileira que define a realização a cada 10 anos. A Confederação Nacional de Municípios (CNM), que atuou pela realização do Censo, destaca que, entre outros pontos, a atualização da estimativa populacional é fundamental para a distribuição de recursos federais, pois há repasses com critérios de transferência por tamanho populacional.

Inicialmente, o Censo 2022 tinha previsão de início em junho de 2022. De acordo com o IBGE, a data foi alterada devido a troca da banca responsável pelo processo seletivo de recenseadores e agentes censitários. A seleção ainda está em andamento.

Os contratados visitarão, de agosto a outubro, os mais de 70 milhões de domicílios em todos os Municípios do país. Todos estarão uniformizados, com boné e colete azuis estampando a logomarca do IBGE. No colete, haverá também o crachá de identificação, com a foto e os números de matrícula e identidade do entrevistador. Os dados poderão ser verificados no site respondendo.ibge.gov.br ou pelo telefone 0800 721 8181.

Histórico

Em 2020, o Censo foi adiado em razão da pandemia da Covid-19. No entanto, para 2021, o governo federal não destinou verba para o levantamento populacional. O Censo é o principal diagnóstico da realidade do Brasil e a estimativa populacional, que deveria ter sido realizada cinco anos após o Censo de 2010, ou seja, em 2015, também não ocorreu.

Em maio passado, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) foi favorável à obrigatoriedade do Censo 2022. Após a decisão, o governo fez a recomposição orçamentária e os valores foram mantidos na sanção do Orçamento, publicado na segunda-feira, 24 de janeiro

As informações coletadas pelo Censo servem de base para o rateio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e dos Estados (FPE), sendo essenciais também para planejamento de políticas públicas de saúde e educação. Os dados também são usados para transferências de recursos de programas federais e em pesquisas amostrais, como a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, do próprio IBGE.

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • IBGE anuncia que Censo 2022 começará em 1º de agosto — CNM - Confederação Nacional de Municípios, 25 de janeiro de 2022