Hubble fotografa morte de estrela

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de janeiro de 2007

Telescópio espacial Hubble que enviou imagens de estrela.

O telescópio espacial Hubble, fotografou um incrível acontecimento. Foi fotografada a morte da estrela NGC 2440, que tinha proporções parecidas com as do Sol. Ao expelir as camada externas de si, ela forma um casulo de gáses em torno de seu núcleo em explosão. A fotografia foi obtida pela NASA recentemente.[1]

Esse tipo de explosão provoca as chamadas nebulosas planetárias, que são imensas quantidades de gáses com o nitrogênio (N) e hidrogênio (H) que podem ser vistas da Terra à olho-nu, mas são facilmente confundidas com planetas (Urano e Netuno, particularmente), de onde surgiu seu nome.

Assim como o Sol, a massa desta estrela era insuficiênte para formar um buraco negro ao se destruir, porém, seu núcleo se transformou numa "anã branca" que é uma das mais aquecidas já registrada. Sua superfície tem aproximadamente 20000 graus Celsius. Devido a radiação posterior da explosão, os gáses assumem uma cor própria: vermelho é o hidrogênio e hidrogênio; azul é o hélio; e azul esverdeado é o oxigênio.

Fontes