Hong Kong manda prender ativistas mais influentes

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de dezembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram
Wong

Joshua Wong, um dos ativistas mais conhecidos e influentes de Hong Kong, foi condenado a treze meses e meio de prisão dias atrás. Junto com ele, os ativistas Agnes Chow e Ivan Lam também receberam sentenças de dez e sete meses, respectivamente.

A razão para a prisão

O motivo oficial da condenação do trio de ativistas é ter organizado um protesto ilegal, que aconteceu em 21 de junho de 2019. Após a aprovação da polêmica "lei de segurança nacional", as manifestações na ex-colônia britânica aumentaram.

Os três já estavam presos desde 23 de novembro, enquanto aguardavam a decisão do tribunal. Da prisão, Wong escreveu uma carta dizendo que estava numa cela individual, porém próxima da dos outros ativistas.

"Em tempos de incertezas, alguns de nós podem sentir-se inquietos e ansiosos, mas garanto-vos que todas estas dores e sofrimentos apenas irão reforçar a nossa coragem e convicção pela democracia e pela justiça. Celas não podem trancar almas", escreveu Wong em seu Twitter.


Notícia Relacionada

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit