Homem que obrigava mulher a usar burca tem nacionalidade negada na França

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de fevereiro de 2010

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um pedido de nacionalidade francesa foi negado pelo primeiro-ministro francês, Françoi Fillon, a um homem que não teve suas identidade e nacionalidade reveladas. O motivo alegado foi que "o homem obrigava sua esposa, francesa, a usar a burca", uma veste que cobre todo o corpo da mulher, inclusive os olhos.

A decisão foi tomada baseando-se em uma lei que nega a nacionalidade francesa a qualquer um que não aceitar os princípios laicos e da igualdade entre homens e mulheres. O uso da burca, e similares, na França sempre foi alvo de grandes debates e polêmicas.


Fontes