Homem foi detido perto da embaixada da Bielorrússia em Moscou

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de agosto de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Em Moscou, Alexander Kuznetsov foi detido na embaixada da Bielorrússia. Kuznetsov tem diabetes, não recebe água e não tem permissão para ir ao banheiro. Uma ambulância foi chamada para ele.

Em 9 de agosto, uma eleição presidencial foi realizada na Bielorrússia. De acordo com as autoridades, o atual presidente Aleksandr Lukashenko recebeu cerca de 80% dos votos, enquanto a candidata da oposição Svetlana recebeu cerca de 10%. Desde então, protestos são realizados em todo país.

A mídia noticiou que policiais bielorrussos usaram gás lacrimogêneo, granadas de choque, balas de borracha e canhões de água contra os manifestantes. De acordo com inúmeros depoimentos, após a prisão, muitas pessoas foram torturadas em centros especiais de detenção e delegacias de polícia.

De acordo com o centro de direitos humanos Viasna, dezenas de vítimas dos protestos estão em hospitais em Minsk. Existem pessoas mortas em consequência das ações das forças de segurança.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com