Homem armado mata cinco pessoas e se suicida em seguida nos Estados Unidos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

9 de março de 2009

Cleveland, Ohio, Estados Unidos

Três crianças e duas mulheres morreram e outra criança ficou gravemente ferida em um massacre na cidade americana de Cleveland, Ohio, informou a polícia local.

O homem suspeito de cometer o massacre, identificado como Davon Crawford, de 33 anos, foi cercado pela polícia e se suicidou.

O massacre começou às 20hs local de quinta-feira (22hs Brasília), quando Crawford, que tinha uma longa ficha criminal, atirou contra a família, segundo a polícia.

Um menino de 12 anos conseguiu escapar e correu para a rua aos gritos, alertando um vizinho, que chamou a polícia.

De acordo com o tenente Thomas Stacho, da esquadra de Cleveland, a polícia recebeu uma chamada pouco depois das 20hs. Uma das crianças de 12 anos teria conseguido fugir e pedido ajuda aos vizinhos, que ligaram para as urgências.

Quando a polícia chegou, encontrou dois gêmeos, de 2 anos, uma menina, de 4, e duas mulheres, todos mortos, além de um menino de 6 anos, ferido.

Na casa havia ainda um bebê, de 2 meses, e um menino, de 13 anos, que não foram feridos.

A polícia saiu a procura de Crawford, bloqueando as ruas da área e um helicóptero sobrevoa a região para localizar o suspeito, que teve a foto divulgada.

Pouco depois de a polícia divulgar a fotografia do suspeito na televisão, o pai de Lechea identificou o genro. Lamar Arnold disse às autoridades que recebeu um SMS da filha às 19h47, pedindo "Telefona para mim", tendo ele feito 12 tentativas para falar com ela, sem êxito.

Segundo Michael McGrath, chefe de polícia local, Crawford é perigoso e continua, provavelmente, na posse da arma do crime, uma pistola semi-automática.

A polícia suspeita de que o tiroteio foi precedido por uma disputa doméstica "mas não sabemos qual foi o motivo da discussão". A polícia ainda não sabe se algumas das crianças mortas, entre as quais um casal de gémeos de 3 anos, são filhos de Crawford.

"Até onde sei, ele (Crawford) é o pai de algumas das crianças", afirmou o oficial.

A polícia encontrou o assassino escondido no banheiro de uma casa próxima, onde cometeu suicídio.

O massacre ocorreu em um duplex, onde Crawford vivia com a mulher, a cunhada e seus filhos.

As mulheres mortas foram identificadas como Lechea Crawford, de 30 anos (com quem tinha se casado há pouco tempo), e Rose Stevens, 25 (cunhada do Crawford).

No local do ataque, a polícia encontrou ainda ilesa, um bebê de dois meses que poderia ser filho de Crawford.

De acordo com o canal televisivo WKYC, Crawford foi preso por homicídio culposo, tendo sido libertado em 2002, voltando a ser detido posteriormente por violência doméstica.

Histórico

O jornal local Cleveland Plains-Dealer informa que uma das vítimas era a mãe das crianças. Crawford já tem um histórico de violência, incluindo um período na prisão em 2002 por um caso de violência doméstica que também envolveu armas e crianças, completa o Plains-Dealer.

Em 2005, após ser solto pela Justiça, Crawford jurou diante o juiz que seria um homem obediente às leis caso fosse posto em liberdade.

Na semana passada, segunda-feira dia 2 de março, Lechea Wiggins casou-se com Davon Crawford, sem prever que quatro dias depois seria assassinada pelo marido, juntamente com quatro dos seus filhos, com idades entre os 3 e os 14 anos. A família foi morta a tiro num apartamento em Cleveland, tendo uma quinta criança, de sete anos, ficado gravemente ferida, encontrando-se hospitalizada no MetroHealth Medical Center. Os corpos foram descobertos em diferentes partes da habitação.

Fontes