Haiti precisa de mais de U$S 200 milhões para ajuda a refugiados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

15 de dezembro de 2011

Haiti — O governo do Haiti e a Missão das Nações Unidas para Assuntos Comunitários avaliaram que precisam de U$S 231 milhões para atender às necessidades dos refugiados do terremoto que abalou o país há quase dois anos. Segundo dados do Ministério da Saúde Pública haitiano e da missão da ONU, 500 pessoas precisam de ajuda urgente e mais 4 milhões estão em situação de insegurança alimentar.

O governo também admite que a falta de serviços públicos adequados provoca epidemias de cólera. Além disso, o governo haitiano está preocupado com a segurança nos acampamentos de refugiados, pois há vários casos de abuso sexual de mulheres.

Em 12 de janeiro de 2010, o Haiti enfrentou um terremoto de 7 graus na escala Richter, que provocou cerca de 200 mil mortes, além da destruição de prédios públicos, escolas, hospitais e casas.

Há seis meses, a União de Nações Sul-Americanas (Unasul, formada pela Bolívia, a Colômbia, Venezuela, Argentina, Guiana, pelo Equador, o Peru, Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile e Suriname) repassou US$ 70 milhões do total de US$ 100 milhões prometidos ao Haiti. O dinheiro foi para ajudar na reconstrução do país.

Fonte[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati