Haiti precisa de mais de U$S 200 milhões para ajuda a refugiados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

15 de dezembro de 2011

Haiti — O governo do Haiti e a Missão das Nações Unidas para Assuntos Comunitários avaliaram que precisam de U$S 231 milhões para atender às necessidades dos refugiados do terremoto que abalou o país há quase dois anos. Segundo dados do Ministério da Saúde Pública haitiano e da missão da ONU, 500 pessoas precisam de ajuda urgente e mais 4 milhões estão em situação de insegurança alimentar.

O governo também admite que a falta de serviços públicos adequados provoca epidemias de cólera. Além disso, o governo haitiano está preocupado com a segurança nos acampamentos de refugiados, pois há vários casos de abuso sexual de mulheres.

Em 12 de janeiro de 2010, o Haiti enfrentou um terremoto de 7 graus na escala Richter, que provocou cerca de 200 mil mortes, além da destruição de prédios públicos, escolas, hospitais e casas.

Há seis meses, a União de Nações Sul-Americanas (Unasul, formada pela Bolívia, a Colômbia, Venezuela, Argentina, Guiana, pelo Equador, o Peru, Brasil, Paraguai, Uruguai, Chile e Suriname) repassou US$ 70 milhões do total de US$ 100 milhões prometidos ao Haiti. O dinheiro foi para ajudar na reconstrução do país.

Fonte[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati