Guatemala: Bernardo Arévalo é eleito presidente

Fonte: Wikinotícias

20 de agosto de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O político de esquerda Bernardo Arévalo de León, líder do Movimento Semilla, venceu as eleições deste domingo sob promessas de combater a corrupção e recuperar as instituições democráticas na Guatemala.

Desde as primeiras apurações em nível nacional, Arévalo passou a ganhar vantagem no escrutínio apresentado em tempo real pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que marcaria uma vantagem irreversível dada a diferença com sua adversária, Sandra Torres, que disputava o cargo pela terceira vez consecutiva, nas segundas voltas presidenciais do país centro-americano.

Com mais de 95,3% dos editais tramitados, os resultados preliminares do TSE indicam que Arévalo tem 2.186.532 votos válidos contra 1.306.362 votos favoráveis ​​a Torres.

Arévalo é um sociólogo, diplomata e congressista de 64 anos, filho do ex-presidente guatemalteco Juan José Arévalo Bermejo, que governou a Guatemala na segunda metade da década de 1940 e que, após o golpe de estado contra seu sucessor, Jacobo Árbenz, foi forçado ao exílio onde Bernardo nasceu, em Montevidéu, Uruguai.

Ambos os líderes representaram a chamada "Primeira Primavera" na Guatemala que promoveu mudanças estruturais no país com políticas de Estado voltadas para a melhoria das condições de vida da grande maioria. Arévalo tem dito que pretende "honrar o legado" deixado pelo pai.

Notícias Relacionadas

Fontes