Saltar para o conteúdo

Guaíba segue subindo e alcança 5,3 metros; problemas crescem em Porto Alegre

Fonte: Wikinotícias

5 de maio de 2024

Email Facebook X WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Guaíba hoje: é a maior enchente de Porto Alegre

Segundo o Ceic (Centro Integrado de Coordenação de Serviços) de Porto Alegre, o nível do Guaíba chegou a 5,3m metros por volta das 7h45min desta manhã. É o maior nível já alcançado desde que registros oficiais são feitos.

Conforme dados do Ceic também, o rio (ou lago) segue subindo, já que por volta das 6h35min era de 5,29m.

O centro de Porto Alegre e o Guaíba são separados por um muro de contenção, construído após a grande cheia de 1941, mas a proteção não foi suficiente para segurar as águas vindas do Jacuí (84,6% das águas), dos Sinos (7,5%), Caí (5,2%) e Gravataí (2,7%), rios que tiveram cheias históricas. Houve o rompimento de uma comporta ainda na sexta e a água também entrou pelas tubulações de esgoto.

O estravazamento das águas do Guaíba alagou todo centro e bairros do chamado 4º Distrito.

Problemas se agravam

Desde que as águas se estravazaram, Porto Alegre sofre diversos problemas. Ainda ontem a rodoviária e o aeroporto internacional Salgado Filho foram fechados e não há previsão para retomada do transporte. Estações de tratamento de água também funcionam parcialmente. "Pedimos que a população economize água. 4 estações de tratamento estão paradas: Ilhas, Moinhos de Vento, São João e Tristeza. As que estão em funcionamento encontram dificuldades no tratamento, devido a alta turbidez da água, são elas: Menino Deus e Belém Novo", informa o Departamento de Águas (Dmae).

Ontem alguns hospitais também tiveram intercorrências, já que o trânsito está parado em parte da cidade, e houve necessidade de fazer entregas de oxigênio medicinal por helicóptero.

Referências[editar | editar código-fonte]

Notícias Relacionadas[editar | editar código-fonte]

Fontes[editar | editar código-fonte]