Greenpeace e Quercus tentaram bloquear carregamento de madeira da Amazónia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mapa de Portugal-2.png

22 de março de 2005

Portugal

No dia 22 de março á tarde,activistas da Quercus e da Greenpeace tentaram impedir a entrada no Navio Cipriota “Skyman” no Porto de Leixões pendurando-se na ponte em rapel e bloqueando o seu percurso.

Os activistas protestam contra a importação de madeira proveniente de abates ilegais na floresta da Amazônia. Segundo estas organizações, Portugal, além de importar para consumo próprio de madeiras provenientes de abates ilegais, serve de porta de entrada para a Europa destas mercadorias.

O navio com a madeira acabou por conseguir descarregar a sua carga, atracando num outro cais situado antes no ponto de bloqueio. Três militantes da Greenpeace foram conduzidos, para identificação á Capitania do Porto. Foram ainda detidos outros três operacionais das organizações envolvidas, que se se encontravam em cima do tabuleiro da ponte durante o protesto, e que participaram directamente na acção.

Fontes

Páginas externas