Grandes recusam convite de comissão que discutiria censura na China

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

1 de fevereiro de 2006

Cisco, Google, Microsoft e Yahoo! declinaram o convite para comparecer nesta quarta-feira (1) perante uma comissão sobre direitos humanos no Congresso dos EUA que discutiria as políticas de censura na China.

Este encontro é uma reunião informal organizada por legisladores de Washington, D.C. e não tem nenhuma autoridade para obrigar alguém a comparecer.

Steve Langdon, porta-voz do Google, disse que a companhia participaria da reunião numa data diferente, e que a comissão não foi capaz de mudar a data.

O porta-voz da Cisco, John Earnhardt, justificou a ausência lamentando a pouca divulgação do encontro que coincide com o lançamento do relatório de lucro trimestral da empresa.

O porta-voz da Microsoft Ginny Terzano disse que a sua empresa não teve tempo para encontrar um especialista no assunto para enviar à reunião.

Todas as companhias disseram que em fevereiro irão testemunhar no Congresso Americano para um sub-comitê que pretende discutir o mesmo assunto.

Fontes