Governo de Cabo Verde decreta 18 de Outubro o Dia Nacional da Cultura Cabo-verdiana

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de outubro de 2005

Cabo Verde

O Governo de Cabo Verde declarou, por decreto do Executivo, o dia 18 de outubro de cada ano como o "Dia Nacional da Cultura Cabo-verdiana". A data homenageia o dia de nascimento de um dos maiores literatos da história deste país, o poeta Eugénio de Paula Tavares, falecido aos 63 anos na Vila Nova Sintra, Ilha Brava, em 1º de junho de 1930.

O Dia da Cultura é celebrado com a condecoração de personalidades que se destacaram no campo da cultura, em seu sentido mais lato, no ano que lhe antecede. Como o Dia está ocorrendo pela primeira vez no corrente ano de 2005, foram agraciados mais de 50 nomes da literatura (prosa e poesia), da música, do teatro, das artes plásticas e de outras manifestações culturais. Eminentes vultos da cultura cabo-verdiana, falecidos nos últimos 12 meses, também foram agraciados "post-mortem", entre eles o músico, cantor e compositor Ildo Lobo, falecido no final de 2004, que empresta seu nome à Casa da Cultura da capital deste país, a cidade da Praia.

A solenidade de condecoração foi realizada em um dos salões do Instituto da Biblioteca Nacional, na Praia, e presidida pelo Primeiro-Ministro José Maria Neves, com a presença de membros do Gabinete ministerial e do corpo diplomático, além de alentado público.

Fontes