Governo da Bósnia condena ataque a primeiro-ministro sérvio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

11 de julho de 2015

Bósnia-Herzegovina — A Presidência da Bósnia-Herzegovina condenou firmemente hoje (11) o lançamento de pedras e garrafas contra o primeiro-ministro da Sérvia, Aleksandar Vucic, que teve de abandonar as cerimônias que lembraram, neste sábado, o 20º aniversário do massacre da cidade de Srebrenica.

Segundo a Agência Lusa, em comunicado, a Presidência da Bósnia "condena firmemente o ataque de hoje e lamenta profundamente" o sucedido. No texto, o governo bósnio saúda a presença de Vucic nas cerimônias que lembram o massacre de cerca de 8 mil muçulmanos, em julho de 1995, pelas forças bósnios-sérvios. A presidência da Bósnia informa que abrirá investigação para identificar rapidamente os autores da violência.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Sérvia exigiu da Bósnia a "condenação pública" do ataque a Vucic. "Esperamos uma condenação pública, por parte das autoridades bósnias, da tentativa de assassinato do primeiro-ministro da Sérvia", diz a mensagem enviada ao ministério bósnio.

Vucic tinha acabado de depositar flores em frente ao monumento onde se encontram os nomes das mais de 6.200 vítimas do massacre, identificadas e enterradas no local. Uma multidão começou, então, a gritar e lançar pedras na direção do primeiro-ministro sérvio.

Fonte

Na Wikipédia há um artigo sobre Massacre de Srebrenica.
Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com