Garota declara para a polícia que participou de ataque a ônibus no Rio

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de dezembro de 2005

Brasil

Uma garota de 13 anos contou à polícia carioca que participou do ataque a um ônibus no Rio de janeiro ocorrido semana passada, que resultou na morte de cinco pessoas e feriu outras 12. Ela foi detida pela polícia na noite de sexta-feira na casa de parentes no Morro do Jordão, na Taquara, em Jacarepaguá, após uma denúncia anônima.

A adolescente de 13 anos prestou depoimento na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente e disse que participou junto a três outras mulheres do atentado ao ônibus da linha 350, no bairro da Penha, zona norte do Rio de janeiro.

Segundo o chefe da Polícia Civil do Rio de janeiro, delegado Álvaro Linhs a garota contou que a acção foi uma represália à morte de um dos integrantes da quadrilha do bandido Lorde, durante um confronto com a polícia. Ela reconheceu ainda sete pessoas que supostamente teriam tomado parte do crime. Dessas sete, quatro foram executadas no dia seguinte, supostamente pelo Comando Vermelho, e outras três estão foragidas.

O chefe de polícia negou que a adolescente seja uma namorada do traficante Lorde, porém afirmou que ela trabalha para o tráfico no Morro da Fé, na Penha, região controlada pelo traficante.

Ver também

Fontes