Gana desbanca República Tcheca e embola Grupo E

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

17 de junho de 2006

Em uma tentativa de resgate do histórico africano em Copas, a Seleção Ganesa de Futebol derrotou a Seleção Tcheca de Futebol por 2 a 0 pelo Grupo E da Copa do Mundo de 2006, contradizendo toda a expectativa nesse jogo, que prometia uma goleada da República Tcheca. A vitória deu um alívio aos ganeses, que agora vão a 3 pontos e buscarão a classificação na última rodada com os Estados Unidos (empataram com a Itália em 1 gol), que tem 1 ponto e estão em último no grupo - Gana está em terceiro. A República Tcheca não repetiu a atuação do jogo anterior com os americanos; jogo que os deu o status de seleção sensação. Perderam o jogo e continuam com 3 pontos à frente de Gana no saldo de gols e atrás da Itália nos pontos; os italianos tem três. Os jogos da segunda rodada embolaram o grupo e "roubam" o nome do "grupo da morte" do Grupo C (onde Argentina e Holanda já se classificaram), já que todos os integrantes têm chances de classificação. A partida aconteceu em Colônia às 18:00 locais (UTC-2).

O jogo

Gana começou a partida muito diferente da anterior, onde foi dominada pela Itália. Em um contra-ataque aos 2 minutos, Asamoah Gyan recebe bola alta de Appiah e chuta na saída de Cech, abrindo o placar. O gol é o mais rápido desta edição da Copa e entra no rol dos mais rápidos da história. Os tchecos sentem o baque - e sem Koller - atacam sem perspectiva, com Rosicky e Nedved errando passes. Parecia que o gol de Gana teria sido um acidente, mas os Estrelas Negras continuam atacando. A República Tcheca chega mais algumas vezes até o fim da primeira etapa, mas sem perigo.

Os europeus voltam para a segunda etapa buscando e empate, mas a fragilidade de sua defesa e o mau dia do setor de criação não resultam em gol. Em contrapartida, Gana ataca sucessivamente em contra-ataques, muitos terminando em impedimento, resultado da inexperiência dos jogadores. Quando não estava impedida, Gana chegava com perigo mas não aproveitava os chutes. Cerca de 10 chutes fracos foram parar nas mãos de Cech. Aos 20 minutos, Essien passa a bola para Gyan que ao chutar, é tocado por Ujfalusi por trás. O zagueiro tcheco é expulso e Gyan desperdiça o penâlti na trave. Os tchecos abdicam do jogo com a expulsão, e Gana continua chegando com impedimentos e chutes fracos. Aos 40, bela tabela na direita e a bola cai em Jaiaj que chuta forte e no alto, decretando a vitória: 2 a 0. Gana continua chegando até o fim e perde chances, assim como os tchecos, que no último lance do jogo perdem a chance de descontar em duas ótimas defesas de Kingston.

O resultado complica a vida dos tchecos, que esperavam uma vitória fácil e a classificação antecipada. Gana não quis saber de favoritismo e embola o grupo. Para se classificar precisa vencer os EUA, o que praticamente a classifica já que o jogo entre os europeus do grupo deve terminar em vitória de algum, pois decidirá seu futuro na Copa.

Ver também


Desporto
Este artigo descreve um evento desportivo acompanhado ao vivo pelo colaborador. Eventos desportivos acompanhados pelos colaboradores não precisam de fontes especificadas.