G8 manifesta preocupação com situação no Zimbábue

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

Bandeira do Zimbabué
Outras notícias sobre o Zimbabué
Localização do Zimbabué
Localização do Zimbabué

9 de julho de 2008

Reunidos na Ilha de Hokkaido, no Japão, os líderes do G8 expressaram repúdio e preocupação com o processo eleitoral no Zimbábue. Em documento conjunto divulgado hoje (8), Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Japão e Rússia dizem que não reconhecem a legitimidade de um governo que não reflita o desejo do povo do Zimbábue.

“Deploramos o fato de as autoridades do Zimbábue terem dado continuidade às eleições presidenciais apesar da falta de condições apropriadas para uma votação livre e justa, resultado de sua sistemática violência, obstrução e intimidação”, diz o comunicado.

O G8 pressiona o presidente Robert Mugabe para que comece, imediatamente, a dialogar com a oposição em busca de uma solução para pacificar o país. “É importante que qualquer processo de mediação respeite os resultados da eleição de 29 de março de 2008”, defende o grupo de poderosos.

Mugabe é presidente do país desde a independência, em 1980 e assumiu seu sexto mandato no dia 29 de junho. Ele foi eleito após a desistência do candidato da oposição, Morgan Tsvangirai, que abriu mão de concorrer em razão dos ataques de violência contra seus apoiadores.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com