Fome leva centenas de crianças para a pediatria do Hospital de Benguela

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

11 de maio de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Centenas de crianças com má nutrição estão internadas na Pediatria do Hospital Geral de Benguela numa altura em que esta instituição faz face a muitas críticas dos seus utentes.

A situação sanitária é cada vez mais preocupante, com 304 crianças internadas por desnutrição.

Dois a quatro pacientes numa cama, mesmo com patologias diferentes, e corredores abarrotados por falta de espaço são a amostra de um cenário de crise na pediatria do Hospital Geral de Benguela (HGB), em Angola, a braços com casos de malária, má nutrição e diarreias.

Insuficiência alimentar e escassez de medicamentos, já assumidas pelas autoridades, complementam o quadro sombrio numa unidade com seiscentas e vinte crianças, o triplo da sua capacidade de internamento.

Em entrevista à Rádio Benguela, a responsável pela pediatria, Aida Epalanga, disse o grande número de crianças com má nutrição reflecte a pobreza que se faz sentir na região.

“O que se passa, em relação à má nutrição, é mesmo a carência das próprias famílias”, disse acrescentando que “nestes dias a fome assola as nossas famílias, e nós temos 304 pacientes internados com má nutrição”.

A pediatria do HGB tem capacidade para 200 pacientes.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit