Filho do ex-presidente equatoriano Abdalá Bucaram é preso na Colômbia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de setembro de 2020

Autoridades colombianas prenderam na sexta-feira o filho do ex-presidente equatoriano Abdalá Bucaram que estava foragido da justiça, segundo fontes oficiais dos dois países.

“Hoje, o equatoriano Jacobo Abdalá Bucaram foi posto à disposição da justiça […] depois das verificações foi apurado que ele era irregular na Colômbia além de ter requerimentos judiciais em seu país”, diz a nota.

O Ministério do Governo do Equador confirmou a prisão de Bucaram em um tweet no qual também foi compartilhado uma cópia da ordem de expulsão.

De acordo com o despacho, o filho do ex-presidente "não poderá entrar em território colombiano por 10 anos" e anunciou que será colocado à disposição das autoridades equatorianas nas próximas horas.

Bucaram é procurado pela justiça equatoriana acusado de tráfico de mercadorias. Seu pai, Abdalá Bucaram, que governou o país de 10 de agosto de 1996 a 6 de fevereiro de 1997, foi destituído do cargo por decisão do Congresso que alegava que o presidente tinha "incapacidade mental para governar".

Posteriormente, ele recebeu asilo no Panamá e depois de 20 anos, em 2017, voltou ao país conforme as acusações de peculato contra ele prescreviam. No entanto, no mês passado, foi preso em conexão com o assassinato do cidadão israelense Shy Dahan.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com