Fidel Castro escreve sobre Lula

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de janeiro de 2008

O jornal estatal comunista cubano Granma publicou uma série de artigos de autoria atribuída a Fidel Castro. Nos artigos Castro comenta sobre a situação política internacional e em especial sobre o encontro que teve com o presidente brasileiro Lula.

Fidel Castro:"Observo um momento a gravata vermelha de Lula e lhe pergunto: 'Foi essa um presente de Chávez?' Sorri e responde: 'Agora vou lhe enviar algumas camisas, pois ele se queixa de que o colarinho das suas está muito rijo e vou-lhe procurar algumas na Bahia para dar de presente a ele'.

Fidel Castro disse que "Lula é o líder de um imenso país de cuja sorte depende todos os outros países do planeta".

Fidel Castro disse ainda em relação a Lula: [ele] Era o homem que conheci na capital sandinista, Manágua, e que tanto se vinculou com nossa Revolução. Não lhe falei nem lhe teria falado de algo que resultassem em ingerência no processo político do Brasil, mas ele mesmo, entre as primeiras coisas, disse:"Você se lembra, Fidel, quando falamos do Foro de São Paulo, e me disse que era necessária a unidade da esquerda latino-americana para garantir nosso progresso? Pois já estamos avançando nessa direção".

O ex-chefe de estado cubano ao resumir como foi o encontro que teve com o colega brasileiro disse:Falamos, entre outros numerosos temas, da tomada de posse do novo presidente da Guatemala, Álvaro Colom. Contei-lhe que tinha visto o ato sem perder um só detalhe e os compromissos sociais do recém-eleito presidente. Lula comentou que o que hoje se pode ver na América Latina nasceu em 1990, quando decidimos criar o Foro de São Paulo: "Tomamos aqui uma decisão, numa conversa que tivemos. Eu tinha perdido as eleições e você foi a minha casa a almoçar, em São Bernardo".

Fontes