Falha levou à subestimação de 16 mil casos da COVID-19 no Reino Unido

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de outubro de 2020

O Serviço Nacional de Saúde (NHS) do Reino Unido "perdeu" dados em 16.000 casos de COVID-19 devido a uma "falha de computador". Como resultado do incidente, milhares de contatos potenciais com os infectados não foram rastreados.

O incidente envolveu uma planilha do Excel que registrou os resultados do laboratório. No final das contas, a planilha ficou sem espaço e parou de ser atualizada. Como resultado, 15.841 casos registrados de 25 de setembro a 2 de outubro não foram contabilizados.

A perda de dados não só distorceu a verdadeira imagem da escala da epidemia no Reino Unido, mas também fez com que informações críticas não fossem guardadas e as pessoas expostas ao vírus não fossem rastreadas.

Em conexão com o incidente, o Ministro da Saúde do Reino Unido, Matt Hancock, pretende realizar uma reunião de emergência.

Fontes

Ligação a um site em russo Компьютерный сбой стал причиной недоучета 16 тыс. заражений COVID-19 в ВеликобританииSecurityLab, 6 de outubro de 2020

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com