Saltar para o conteúdo

FMI diz que progresso econômico da Argentina é "impressionante"

Fonte: Wikinotícias

5 de abril de 2024

link=mailto:?subject=FMI%20diz%20que%20progresso%20econômico%20da%20Argentina%20é%20"impressionante"%20–%20Wikinotícias&body=FMI%20diz%20que%20progresso%20econômico%20da%20Argentina%20é%20"impressionante":%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/FMI_diz_que_progresso_econ%C3%B4mico_da_Argentina_%C3%A9_%22impressionante%22%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook X WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit

link=mailto:?subject=FMI%20diz%20que%20progresso%20econômico%20da%20Argentina%20é%20"impressionante"%20–%20Wikinotícias&body=FMI%20diz%20que%20progresso%20econômico%20da%20Argentina%20é%20"impressionante":%0Ahttps://pt.wikinews.org/wiki/FMI_diz_que_progresso_econ%C3%B4mico_da_Argentina_%C3%A9_%22impressionante%22%0A%0ADe%20Wikinotícias Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

Um porta-voz do Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou nesta sexta-feira que o progresso econômico da Argentina é "impressionante".

“O progresso até agora tem sido impressionante. Janeiro e fevereiro registraram um superávit fiscal pela primeira vez em mais de uma década, as reservas internacionais estão sendo reconstituídas, a inflação está caindo mais rapidamente do que o previsto e os indicadores de mercado, como a variação cambial e o spread soberano, continuam melhorando”, afirmou

Desde que assumiu o cargo de presidente, Javier Milei anunciou uma série de medidas para melhorar a crise econômica no país sul-americano. Entre as diversas medidas estão o corte de ministérios, de campanhas do governo, entre outras.

As medidas de Milei causaram polêmica. Atualmente milhares de pessoas protestam contra as decisões do governo. Um dólar vale, no momento da escrita dessa notícia, 860 pesos argentinos.

Fontes[editar | editar código-fonte]