FBI prende suspeito de ameaçar centros judaicos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

FBI acredita que o homem tentava assediar uma ex-namorada.

3 de março de 2017

A polícia de investigação dos Estados Uinidos, FBI, prendeu nesta sexta-feira, 3, um homem em St. Louis, no Estado de Missouri, suspeito por ter feito ameaças de bomba contra centros judaicos e escolas americanas em todo o país.

O Departamento de Justiça informou que Juan Thompson, de 31 anos, é possivelmente o responsável por ao menos oito das mais de 100 ameaças feitas nas últimas semanas, que, por sua vez, suscitaram medo e uma onda de actos anti-semitas no país.

"Hoje acusamos formalmente Juan Thompson por supostamente assediar sua ex-namorada ameaçando em nome dela centros judaicos por meio de bombas e a Liga Antidifamação", explicou em comunicado o procurador-geral do distrito sul de Nova Iorque, Preet Bharara.

"As ameaças contra pessoas e lugares baseadas na sua religião ou raça, sem importar o motivo, são inaceitáveis, anti-americanas e criminais", sublinhou a nota.

Ao mesmo tempo, um grupo de vândalos quebrou e pintou lápides num cemitério judeu do Estado de Nova York, sendo este o terceiro ataque com essas carcterísticas registado no país nas últimas semanas.

A directora-executiva da Federação Judaica de Greater Rochester, Meredith Dragon, afirmou que a polícia local não conseguiu determinar se os danos cometidos na madrugada de quarta-feira foram um acto de vandalismo ou crime de ódio.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, anunciou a abertura de uma nova investigação diante do auge de ataques e ameaças contra organizações judaicas no Estado".

Hoje à tarde, responsáveis da comunidade judaica reuniu-se com o director do FBI.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati