Ex-jornalista Ivan Safronov acusado de traição

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

13 de julho de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Um investigador do Serviço Federal de Segurança (FSB) indiciou Ivan Safronov, ex-jornalista das agências Kommersant e Vedomosti, por acusações de alta traição (artigo 275 do Código Penal).

Os materiais do caso relatam dados secretos sobre entrega de armas ao Oriente Médio e à África, que o ex-jornalista, supostamente recrutado em 2012, entregou aos serviços especiais tchecos em 2017 e os transferiu para os Estados Unidos.

Ivan Safronov é um ex-jornalista; no momento de sua prisão, atuava como consultor do chefe da Agência Espacial Federal Russa.

Safronov foi detido em 7 de julho de 2020 por oficiais do FSB no contexto do caso de alta traição. No mesmo dia, o tribunal o enviou a um centro de detenção antes do julgamento por dois meses.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com