Evo Morales realiza greve de fome

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O presidente Evo Morales. Foto: José Cruz/ABr

9 de abril de 2009

O presidente da Bolívia, Evo Morales, declarou nesta quinta-feira (9) uma greve de fome para pressionar a oposição a cumprir seu dever de votar no congresso a lei de transição constitucional, que permitiria a sua reeleição no pleito nacional previsto para dezembro.

Morales começou o jejum às 9h50 (13h50 UTC) no palácio presidencial, acompanhado de uma dezena de dirigentes de organizações sociais.

Os partidos governistas formam a maioria na Câmara baixa, mas no senado, a oposição possui número o suficiente para barrar a proposta de Morales, de eleições para dezembro deste ano. Mesmo assim a oposição teme a vitória política do presidente Evo Morales e por isso evita ao máximo cumprir seu dever de votar a lei no congresso. O congresso boliviano deveria votar a regulamentação, prevista na Constituição do país, até ontem, mas, com a oposição que ainda se recusa a trabalhar, a votação não foi concluída.



Fontes