Evo Morales chama George Bush de "terrorista"

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de dezembro de 2005

O presidente eleito da Bolívia Evo Morales chamou o Presidente dos Estados Unidos da América George W. Bush de "terrorista". Morales referiu-se ainda em relação a Secretária de Estado norte-americana Condoleezza Rice como "Dona Condolências". As declarações do mandatário boliviano foram feitas durante entrevista exclusiva oferecida para a agência de notícias árabe Al Jazeera.

Em vésperas de sua visita à Cuba, Morales disse que Bush empreendeu uma "guerra suja" e que ele "é o único terrorista, porque é o único que intervém militarmente nos assuntos de outros países". Morales continuou e disse: "Isso é terrorismo de estado, mas aqueles que reclamam seus direitos, esses não são terroristas”.

Em El Chapare, durante comemoração pela sua vitória na eleição presidencial , Evo Morales deu por cancelado o plano “coca zero” levado a cabo pelos Estados Unidos para a erradicação das plantações de coca na Bolívia. "Estamos ganhando a luta verde, a coca está vencendo o dólar norte-americano", reiterou o líder boliviano.

Fontes