Estados Unidos condena à prisão por espionagem a um cientista chinês

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de dezembro de 2011

Indiana, Estados Unidos — Esta tarde, um tribunal de justiça dos Estados Unidos condenou a sete anos de prisão um cientista chinês, por espionagem comercial (roubo de secretos confidenciais do governo), especificamente de empresas agricultoras dos Estados Unidos, para mandar-los à China e assim informar o estado econômico(PT-BR) ou económico(PT-PT) do país norte-americano.

Se trata de Huang Kexue, um cientista chinês, que se aceitou as acusações de oferecer informação confidencial das empresas a uns dos investigadores chineses. Kexue assegurou também que a informação entregada aos asiáticos, foi sobre de um pesticida orgânico(PT-BR) ou orgánico(PT-PT) utilizado pelas indústrias agricultoras Dow AgroSciences, de Indiana, e Cargill Inc. de Minnesota.

Agora, o cientista espião chinês se encontra nas mãos da justiça estado-unidense, onde deverá descontar sete anos de prisão; mas as autoridades governamentais dos Estados Unidos mostraram sua preocupação diante este roubo de informação confidencial:

Este roubo poderá afetar nossa economia e igualmente poderia sabotar alguns dos projetos agricultores dos Estados Unidos que contém.

Robert Kimmitt, Diretor Executivo do Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Além disso, as autoridades norte-americanas não só haviam mostrado preocupação por este caso, mas por outros que têm sucedido e com que não haviam encontrado o responsável por vazar essa informação.

Fontes[editar]

Reportagem original
Esta notícia contém reportagem original de um Wikicolaborador.

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati