Espanha impõe restrições a mais de 850 mil para conter casos de COVID-19

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

21 de setembro de 2020

Mais de 850 mil moradores de Madri, na Espanha, e de sua região metropolitana não poderão deixar seus bairros a partir desta segunda (21) a não ser por motivos essenciais como trabalhar, ir ao médico ou levar filhos à escola.

As restrições de circulação, previstas para durar duas semanas, atingem oito bairros, principalmente os mais pobres e que concentram boa parte de imigrantes. O descumprimento das regras será punido com multas de pelo menos € 600 (cerca de R$ 3.800).

A medida tenta conter uma segunda onda do vírus, que matou mais de 30 mil pessoas, de acordo com levantamento da universidade americana Johns Hopkins. Madrid tornou-se o epicentro dos contágios, com uma taxa de infecção de cerca de 682 casos por 100 mil habitantes em duas semanas. Isso equivale a quase três vezes a média nacional, que é de 267,82.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com