Escândalo em Portugal: Porta-voz do Presidente é acusado de fazer escutas

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de setembro de 2009

A menos de uma semana da eleição parlamentar em Portugal, o jornal Diário de Notícias, divulgou ontem, o e-mail (correio electrónico) polémico, do jornalista do jornal Público, Fernando Lima, assessor do Presidente da República, Cavaco Silva, para passar a informação de que havia suspeitas de espionagem a Belém. A conversa terá, segundo o mail publicado, sido autorizada pelo próprio Cavaco. E decorreu há 17 meses, em abril de 2008, dando origem, alegadamente, às notícias deste Verão em que tais suspeitas vieram a Público.

Poucas horas depois, Cavaco Silva reagiu negativamente a nova denúncia: "Depois das eleições não deixarei de tentar obter mais informações sobre questões de segurança. O Presidente da República não se deixa atrair para lutas político-partidárias. Façam aquilo que fizerem nunca me trarão para essa área".

A denúncia ocorre menos de uma semana da eleição parlamentar, é decisiva para o País, já que o primeiro-ministro José Sócrates, precisa a maioria parlamentar para manter o atual governo. A oposição do Partido Socialista já promoveu fortes ataques após nova denúncia.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati