Empresa chinesa coletou dados pessoais de pessoas influentes em todo o mundo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

16 de setembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Os dados pessoais de milhões de pessoas em todo o mundo acabaram no banco de dados compilado pela empresa chinesa Zhenhua. Isso provocou um escândalo.

Os dados coletados incluem data de nascimento, endereço, estado civil, fotos, lista de parentes, contas nas redes sociais, educação e uma lista de crimes. Os meios de comunicação observam que a maioria das informações é coletada de fontes abertas, mas também há dados confidenciais, como registros bancários e formulários de emprego. Entre as pessoas sobre as quais a empresa chinesa coletou dados estão políticos de alto nível, membros da família real e comandantes do exército.

De acordo com o Australian Financial Review, o repositório contém dados de 35.000 australianos, incluindo o primeiro-ministro Scott Morrison. No total, um dossiê de 24 milhões de pessoas foi encontrado no banco de dados que vazou.

A própria empresa afirma que seus clientes são organizações de pesquisa e grupos empresariais.

Fontes

ru Китайская компания собирала персональные данные влиятельных людей по всему миру — SecurityLab, 16 de setembro de 2020.

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit