Emergência de inundação no leste da Austrália entra no quinto dia

Vista da enchente numa fazendo em Hunter Valley; o rio Hunter é um dos tantos que saiu de se leito

7 de julho de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

A crise de inundações na Austrália continua com mais de 85.000 pessoas sob ordens ou avisos de evacuação. Comunidades em todo o estado de Nova Gales do Sul permanecem em alerta máximo.

Milhares de casas perto de Sydney foram afetadas por inundações generalizadas – algumas pela terceira vez este ano, deixando os moradores enfrentando um futuro incerto.

Um forte sistema de tempestades que atingiu partes da maior cidade da Austrália se afastou, mas os rios permanecem acima dos níveis de perigo, forçando mais evacuações.

Algumas áreas tiveram até 700 milímetros de chuva desde sábado. No Hunter Valley, ao norte de Sydney, os rios estão em seu nível mais alto registrado desde 1952.

A ministra de serviços de emergência de Nova Gales do Sul, Steph Cooke, disse em entrevista coletiva na quarta-feira que continua sendo uma situação perigosa.

“Estamos agora bem e verdadeiramente no quinto dia deste último evento de emergência e a emergência está longe de terminar para muitas comunidades em Sydney e também à medida que este evento climático se move para o norte pelas áreas de Hunter, Central Coast e Mid-North Coast e para muitos foi uma noite sem dormir”, disse.

Grupos ambientalistas dizem que o aquecimento global está piorando ainda mais as inundações na Austrália.

Mas o professor Andy Pittman, diretor do Centro de Excelência para Extremos Climáticos do Conselho Australiano de Pesquisa, disse à Australian Broadcasting Corp. que o aquecimento das temperaturas ainda não pode ser associado a desastres individuais.

“O risco de eventos mais extremos está aumentando devido às mudanças climáticas, mas é difícil determinar se esses eventos específicos que vimos são causados ​​pelas mudanças climáticas”, disse Pittman.

O primeiro-ministro australiano Anthony Albanese está visitando partes de Sydney atingidas pelas enchentes enquanto o governo federal convoca centenas de tropas para ajudar no enorme esforço de limpeza.

As autoridades estão alertando que a crise das inundações pode se estender até o início da próxima semana.

Um navio de carga que perdeu energia e estava à deriva em mares selvagens em direção a rochas perto de Sydney permanece ancorado na costa. Um grande cabo preso a um dos três rebocadores estalou em mares com ondas de até 11 metros.

A Autoridade de Segurança Marítima australiana quer que o MV Portland Bay seja movido para águas mais seguras no mar, mas uma missão de recuperação pode ser adiada por condições adversas.

Fontes