Em represália, EUA expulsam funcionária da embaixada venezuelana

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de fevereiro de 2006

Jeny Figueredo Frias, diretora de despacho do embaixador venezuelano em Washington Bernando Álvarez, foi expulsa dos Estados Unidos da América na sexta-feira (3), segundo anunciou Sean McCormack, porta-voz do Departamento de Estado.

"Eles começaram isto e nós fomos obrigados a contestar", disse McCormack, que acrescentou: "não nos agrada participar de jogos de toma lá e dá cá como este com o Governo da Venezuela, mas eles começaram isto". Figueredo tem 72 horas para abandonar o solo estado-unidense.

Na quinta-feira (2), o Presidente venezuelano Hugo Chávez declarou que John Correa, adido militar dos EUA em Caracas, era persona non grata e participava de atividades de espionagem com outros militares venezuelanos contrários ao governo.

O Departamento de Estado dos EUA negou as acusações de Chávez.

Fontes