Em entrevista, Obama diz que "EUA não são inimigos do Islão"

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de janeiro de 2009

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Em sua primeira entrevista a uma emissora árabe, a TV Al Arabiya de Dubai, o presidente estadounidense Barack Obama disse, nesta segunda-feira (26), que os americanos não são inimigos do mundo muçulmano.


'É impossível para nós pensarmos só em termos do conflito palestino-israelense, e não pensar em termos do que está acontecendo na Síria, ou no Irã, ou no Líbano, ou no Afeganistão e no Paquistão. Essas coisas estão interrelacionadas'

—Presidente Barack Obama, em entrevista à TV Al Arabiya

Na entrevista, Obama lembrou os vários anos em que viveu na Indonésia quando era criança e que suas viagens a países muçulmanos o convenceram de que, independente da profissão de fé, as pessoas tem sonhos e esperanças parecidas.


'Meu trabalho é comunicar ao povo americano que o mundo islâmico é cheio de pessoas extraordinárias que apenas querem viver suas vidas de ver seus filhos viverem uma vida melhor. Meu trabalho para o mundo islâmico é comunicar que os americanos não são seus inimigos'

—Idem

Obama também falou sobre o conflito entre o Hamas e Israel, sobre o programa nuclear do Irã e sobre os rumos da política externa do país em relação ao mundo árabe.

Vamos manter o compromisso de que discursarei ao mundo muçulmano de uma capital islâmica. Vamos manter muitos de meus compromissos para fazer um trabalho mais efetivo para chegar ao mundo muçulmano, assim como falar a ele e ouvi-lo

Fontes