El Salvador manda diplomatas leais a Maduro saírem do país

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

6 de fevereiro de 2020

Aristóteles
Outras notícias sobre política


Funcionários da prefeitura de San Salvador, capital de El Salvador, retiraram hoje todas as placas de identificação da fachada da Embaixada da Venezuela no país. O incidente provocou protestos dos venezuelanos, fiéis a Maduro, que ainda estão no local para "guardar não só os bens da República Bolivariana, mas também para evitar que representantes do autoproclamado presidente Juan Guaidó ocupem o prédio".

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, havia ordenado oficialmente a saída dos diplomatas leais a Nicolás Maduro em novembro de 2019.

Notícias Relacionadas

Guaidó, líder político da Venezuela, visita Trump nos EU

Juan Guaidó denuncia invasão de sua casa por militares na Venezuela

Fontes

Alcaldía retira emblemas de la sede de la Embajada de Venezuela, Diário Co Latino, 06 de fevereiro de 2020.

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com