Eixo da terra deslocado por sismo do Chile

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amazônia
Outras notícias sobre o meio-ambiente


3 de março de 2010

De acordo com um estudo publicado pelo Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA, o sismo do Chile, de magnitude 8,8 na escala de Richter terá provocado um deslocamento de cerca de 8 centímetros no eixo da terra, tornando os dias mais curtos em cerca de 1,26 milionésimos de segundo.

A conclusão foi obtida através de um modelo informático, desenvolvido no laboratório da NASA, e de acordo com a mesma fonte estas alterações não são inéditas, acontecendo quando ocorrem grandes deslocações de massa no planeta, fazendo com que a Terra gire mais rapidamente, uma vez que parte da massa do planeta aproxima-se do eixo do globo. Parte da massa da Terra foi redistribuído na vertical, o que causou a alteração no eixo sobre o qual a massa da Terra é equilibrada.

No passado, o terremoto de magnitude 9,1 em 2004 que gerou o tsunami no Oceano Índico, encurtou a duração dos dias de 6,8 microssegundos, podendo também verificar-se um aumento dos dias, por exemplo, se o reservatório de Três Gargantas, na China foram preenchidos, seriam aprisionados 40 quilómetros cúbicos de água, que provocariam um deslocamento da massa, aumentando o dia em 0,06 microssegundos.


Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati