Eixo da terra deslocado por sismo do Chile

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amazônia
Outras notícias sobre o meio-ambiente


3 de março de 2010

De acordo com um estudo publicado pelo Laboratório de Propulsão a Jacto da NASA, o sismo do Chile, de magnitude 8,8 na escala de Richter terá provocado um deslocamento de cerca de 8 centímetros no eixo da terra, tornando os dias mais curtos em cerca de 1,26 milionésimos de segundo.

A conclusão foi obtida através de um modelo informático, desenvolvido no laboratório da NASA, e de acordo com a mesma fonte estas alterações não são inéditas, acontecendo quando ocorrem grandes deslocações de massa no planeta, fazendo com que a Terra gire mais rapidamente, uma vez que parte da massa do planeta aproxima-se do eixo do globo. Parte da massa da Terra foi redistribuído na vertical, o que causou a alteração no eixo sobre o qual a massa da Terra é equilibrada.

No passado, o terremoto de magnitude 9,1 em 2004 que gerou o tsunami no Oceano Índico, encurtou a duração dos dias de 6,8 microssegundos, podendo também verificar-se um aumento dos dias, por exemplo, se o reservatório de Três Gargantas, na China foram preenchidos, seriam aprisionados 40 quilómetros cúbicos de água, que provocariam um deslocamento da massa, aumentando o dia em 0,06 microssegundos.


Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati